Aromas são a chave para pastelaria Plant Based

Um dos maiores desafios que a formulação de produtos Plant Based apresenta é assegurar uma experiência satisfatória, para consumidores habituados às sensações de alimentos que utilizam ovos, leite a manteiga.

Num estudo conduzido pela Inovva Markets em dez países, cerca de metade dos inquiridos afirma ter reduzido significativamente o consumo de carne, e aproximadamente 40% dos mesmos afirmaram querer fazer essa redução num futuro próximo. Estes resultados demonstram o potencial do setor Plant Based na alimentação.

A pastelaria tem sido uma área em que a inovação no que se refere a produtos Plant Based tem sido mais tímida, sendo que a maior dificuldade é conseguir replicar as sensações amanteigadas e cremosas típicas de muitos dos produtos deste setor. Há ingredientes, substitutos dos lacticínios ou dos ovos, que tecnicamente ajudam a obter resultados semelhantes nas receitas, sem no entanto conseguirem alcançar caracterísiticas sensoriais que definem esta categoria.

Uma forma de ultrapassar esta dificuldade é através da utilização de aromas alimentares, uma vez que são um ingrediente que consegue enaltecer ou conferir, notas organolépticas que elevam a experiência de consumo a um novo patamar. A ampla variedade de aromas disponíveis permite ainda criar com facilidade uma amplitude de produtos distintos adequados ao gosto de diferentes consumidores.

Devido à sua versatilidade, a utilização de aromas alimentares na pastelaria Plant Based, em receitas doces ou salgadas, abre uma janela de oportunidade num mercado em franco crescimento, mas sobretudo são a chave para formular produtos que não só saciam mas garantem a plena satisfação.

Saiba Mais